São Miguel do Oeste - Homenagem a policiais e parceiros da Polícia Civil marca sessão solene na Câmara de Vereadores

Evento foi proposto pelo vereador Cláudio Barp (PMDB) e contou com a presença de ex-policiais, servidores na ativa e instituições parceiras do órgão

Por Oeste em Foco 08/12/2017 - 10:10 hs
Foto: Lilian Lucoti | Câmara de Vereadores

A Câmara de Vereadores de São Miguel do Oeste promoveu nesta quinta-feira (7) uma sessão solene em homenagem à Polícia Civil de Santa Catarina. O evento, proposto por iniciativa do vereador Cláudio Barp (PMDB), foi marcado por entrega de lembranças a policiais que atuam e atuaram em São Miguel do Oeste, bem como a instituições e órgãos de segurança parceiros da Polícia Civil no desempenho de suas atividades.

HOMENAGENS A POLICIAIS E PARCEIROS

Após a leitura do histórico da Polícia Civil, que se confunde com a história de São Miguel do Oeste, e da apresentação de alguns dados sobre a atuação do órgão, foram entregues lembranças a Glaene Ermelinda Tiezirini, filha de Alexandre Tiezirini, o primeiro escrivão de polícia do município; a Antonio Pichetti, primeiro delegado regional de Polícia de SMO; a Analita Mariana Pichetti, filha de Alcebíades João Pedro Mariani, primeiro delegado de Polícia de São Miguel; a Maurício Eskudlark, delegado de Polícia que atuou por muitos anos em São Miguel do Oeste; a João Almiro Juvenardi, carcereiro e policial civil aposentado; a Aljucir Zanatta, policial civil com mais tempo de serviço em atividade no município (cuja entrega será realizada em outro momento); e a Madalena Araújo, a policial civil há mais tempo de serviço em atividade em São Miguel.

Outro momento da noite foi a homenagem a representantes das instituições parceiras da Polícia Civil nas operações e ações policiais de rua, visando manter a segurança da população miguel-oestina. Receberam lembrança membros do 11º Batalhão da Polícia Militar, 9ª Região de Polícia Militar, 12º Batalhão do Corpo de Bombeiros Militar, 14º Regimento de Cavalaria Mecanizado, Unidade Prisional Avançada, 7ª Companhia da Polícia Militar Rodoviária Estadual e 8ª Delegacia da Polícia Rodoviária Federal.

Por fim, receberam homenagem representantes de instituições parceiras na persecução criminal e no desenvolvimento e qualificação da Polícia Civil de São Miguel do Oeste: Conselho Tutelar, Prefeitura de São Miguel, Câmara de Vereadores de SMO, Ordem dos Advogados do Brasil, Unoesc Campus de São Miguel, Poder Judiciário, Ministério Público Estadual, Agência de Desenvolvimento Regional e Instituto Geral de Perícias.

PAPEL DO POLICIAL

O proponente da sessão solene, vereador Cláudio Barp, em sua manifestação falou do papel do policial e algumas funções da Polícia Civil, como manter a ordem pública, proteger a sociedade, dirimir conflitos, prevenir o crime, investigar, manter a paz e regular as relações sociais. “Apesar de no seu dia a dia a Polícia trabalhar combatendo a violência, o abuso e a corrupção, é tida por muitos como violenta e arbitrária, mas a qualquer momento podemos precisar dos serviços e ações da Polícia”, afirmou.

Barp ressaltou que o cidadão tem papel essencial e deve se tornar um parceiro da Polícia, “trazendo assim efetivamente novas perspectivas de ação para o controle da violência e criminalidade em nossa comunidade, estado e país”. O vereador falou também da evolução da Polícia Civil e da necessidade de existência do órgão na sociedade. “A difícil missão de preservar a ordem pública e a integridade físicas das pessoas e do patrimônio, bem como a tarefa de auxiliar a Justiça, estando sempre alerta aos seus próprios atos para evitar consequências desagradáveis, são, portando, alguns dos objetivos a serem cumpridos por uma Polícia que queira se chamar cidadã”, completou.

O diretor de Polícia de Fronteira, Carlos Augusto de Andrade Morbini, falou em nome da instituição homenageada. Ele agradeceu às forças de segurança e às demais instituições presentes pela parceria, e falou da necessidade de se integrarem, “pois a região oestina nunca recebeu o que, a meu ver, ela tinha que receber”. Morbini falou que a Diretoria de Polícia de Fronteira tem sede em Chapecó, mas sua atuação se estende para toda a região Oeste e Extremo-Oeste. O delegado afirmou que seu efetivo tem as mesmas metas e objetivos, que são servir e proteger a sociedade. Por fim, agradeceu a homenagem e colocou a Diretoria de Polícia de Fronteira à disposição de todos. “Estamos sempre prontos para servir e proteger”, encerrou.

Fonte: Câmara de Vereadores