São Miguel do Oeste - Anvisa proíbe empresa de vender pimenta com pelo de rato

Segundo laudos da Agência Nacional de Vigilância Sanitária, lotes apresentaram resultados insatisfatórios em análises

Por Oeste em Foco 28/12/2017 - 19:01 hs

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) proibiu lotes de produtos que apresentaram resultados insatisfatórios em laudos de análise fiscal. A pimenta-do-reino em pó preta da marca Brusto foi proibida pelo órgão.

Após passar por análise fiscal, a pimenta-do-reino em pó apresentou pelos de roedor, além de fragmentos de insetos. A Distribuidora de Produtos Brusto Ltda, responsável pelo condimento, terá que recolher o estoque existente no mercado dos lotes com data de fabricação de julho de 2016.

A Distribuidora de Produtos Brusto Ltda. encaminhou nota ao Bom Gourmet em que informa que os produtos foram retirados de circulação antes da medida ser anunciada pela Anvisa. A empresa informa que recebe a pimenta-do-reino preta já moída e que faz o fracionamento em sua sede, em São Miguel do Oeste, e que está em dia com a Vigilância Sanitária das esferas municipal e estadual, bem como com a periodicidade de desratização e desinsetização.

Fonte: Gazeta do Povo