Iporã do Oeste - Município está entre os 10 melhores do país no ensino fundamental

Mercadoria foi adquirida em Foz do Iguaçu (PR) e seria levada para Passo Fundo (RS)

Por Júnior Recalcati 12/09/2017 - 15:59 hs

Santa Catarina tem 11 municípios no ranking nacional de 50 cidades com maior média no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) 2015, quando o foco são indicadores que tratam o ensino dos anos finais (8ª série ou 9º ano) nas redes municipais. Nesse quesito, são três municípios catarinenses a mais em relação ao Ideb anterior, divulgado em 2013 (confira abaixo a relação completa).

O destaque no ensino fundamental (anos iniciais e finais) é de Iporã do Oeste, de quase 9 mil habitantes, situada perto da fronteira com a Argentina. A cidade ostenta a melhor nota média entre as escolas municipais de Santa Catarina e a sexta do Brasil nas séries finais das redes municipais. Ao considerar a rede pública (média das escolas municipais e das estaduais), Iporã do Oeste fica ainda em 11º do país, já que a média das duas escolas estaduais situadas no município é a 35º mais alta do Brasil nos anos finais.

Entre as 10 melhores nos anos iniciais

Mesmo no ranking nacional dos anos iniciais (4ª série ou 5º ano) das redes municipais, em que SC tem apenas dois representantes entre os 50 mais bem colocados, Iporã do Oeste aparece como o 9º com a melhor média do país.

Para a assessora de Programas Educacionais da Secretaria da Educação de Iporã do Oeste, Lori Loebens Dill, a receita para o desempenho é a soma de fatores como participação efetiva dos pais no acompanhamento do ensino, ações planejadas em conjunto com o Estado, como na formação continuada de professores, que também recebem o piso e têm planos de carreira.

Não há creches privadas. A pré-escola é mantida pelo município, todas as crianças de 4 a 5 anos, mesmo as que vivem no meio rural, são atendidas pela rede. E há apenas um núcleo de educação infantil na cidade, que atende a 187 crianças em turno parcial.

– Vem toda uma caminhada desde a educação infantil. Mas a escola sozinha não faz toda a função da educação. Apesar de sermos uma cidade pequena, os pais têm um nível de cultura alto, não podemos nos queixar que não participam – avalia Lori.

A cidade tem seis escolas municipais com 1,2 mil alunos e 80 professores. Também abriga duas escolas estaduais com cerca de 600 alunos do 1º ano do ensino fundamental ao 3º ano do ensino médio. Lori cita ainda o investimento em aulas de canto, música e programas artísticos, que geram engajamento dos alunos e mobilizam os pais.

No Ideb de 2007, Iporã do Oeste apareceu pela primeira vez como a primeira do Estado no ranking do ensino de anos iniciais nas redes municipais. Mas até 2014 não tinha plano municipal da educação – que estabelece metas e prazos para o ensino –, que foi elaborado e aprovado em forma de lei no ano passado, em sintonia com todos os municípios brasileiros.

Destaque catarinense nas redes estaduais de ensino

Em relação ao ensino estadual das séries finais, 10 cidades catarinenses se destacam entre as 50 melhores do país. Quando a análise diz respeito às séries iniciais (4ª série ou 5º ano) das estaduais, seis cidades ostentam as melhores médias do país.

Fonte: Diário Catarinense