Quarta, 02 de Dezembro de 2020 10:08
(49) 99110-3040
Política Afastamento!

“Máfia da toga”: imagens flagram deputado criticando desembargadores em votação do impeachment

Relator do processo no tribunal de julgamento, o deputado Kennedy Nunes mostrou irritação com os desembargadores

24/10/2020 17h38
Por: Júnior Recalcati Fonte: Diário Catarinense
Fabiano Souza | NSC
Fabiano Souza | NSC

O deputado estadual Kennedy Nunes (PSD), relator do processo do impeachment de Carlos Moisés (PSL) no tribunal de julgamento, que decidiu afastar o governador por 180 dias em votação nesta sexta-feira (23), foi flagrado durante a sessão fazendo críticas aos desembargadores do tribunal.

As imagens foram feitas pelo cinegrafista Fabiano Souza, da NSC TV. Durante a votação, Kennedy foi flagrado conversando no WhatsApp com uma pessoa que xinga os desembargadores. Na resposta, o deputado fala em “máfia da toga”, e na sequência a pessoa que conversa com Kennedy chama Moisés de “traíra”.

Em um outro momento, em um grupo chamado “Kennedy Nunes”, o deputado diz aos participantes: “O direito é BEM mais sujo que a política”.

Mais tarde, quando a votação estava em 4 a 4, um outro contato do deputado diz: “Se escapar dessa, na outra deve cair”, em uma referência ao segundo pedido de impeachment, sobre o caso dos respiradores. Kennedy Nunes responde: “Não creio em mais nada”.

Responsável pelo relatório que foi votado no tribunal nesta sexta, Kennedy fez um voto favorável ao impeachment de Moisés e Daniela. Os outros deputados acompanharam o relator, com exceção de Sargento Lima (PSL), que votou pelo prosseguimento do processo contra Moisés, mas contra o impeachment da vice Daniela Reinehr. Por outro lado, dos seis desembargadores que participaram do tribunal, somente um acompanhou o relatório de Kennedy.

O deputado não foi localizado pela reportagem para comentar as falas.

Alesc divulga nota de repúdio

Após a publicação da reportagem, a Assembleia Legislativa de Santa Catarina publicou uma nota de repúdio sobre a divulgação das imagens do WhatsApp do deputado Kennedy Nunes. Leia a íntegra abaixo:

A Assembleia Legislativa repudia com veemência a quebra de sigilo pessoal e familiar cometida hoje pelo grupo NSC, no jornal do Almoço e também no portal, a pretexto de “matéria”, ao tornar pública a conversa do deputado Kennedy Nunes no seu grupo familiar de WhatsApp.

Nenhuma justificativa há para esse tipo de invasão em conversa estritamente privada. E nenhum objetivo cumpre a propagação dessa “informação”, senão o de buscar desmoralizar o homem público e espalhar a cizânia entre os Poderes constituídos.

O Poder Legislativo de Santa Catarina age e sempre agiu com transparência, respeito a todas as posições políticas e ideológicas e apreço à democracia e à liberdade de expressão. No entanto é preciso respeitar primeiramente os limites éticos da convivência em sociedade.

A “matéria” patrocinada pela NSC nada mais é do que afronta deliberada ao Legislativo e a todos os seus representes.

Florianópolis, 24 de outubro de 2020.

Diretoria de Comunicação Social da Assembleia Legislativa de Santa Catarina

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
São Miguel do Oeste - SC
Atualizado às 09h49 - Fonte: Climatempo
27°
Poucas nuvens

Mín. 17° Máx. 32°

27° Sensação
14.4 km/h Vento
48% Umidade do ar
90% (25mm) Chance de chuva
Amanhã (03/12)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 20° Máx. 26°

Sol com muitas nuvens e chuva
Sexta (04/12)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 18° Máx. 29°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Anúncio
Ele1 - Criar site de notícias