Oeste em Foco - Facebook
Psicologia em Foco

Transtornos alimentares: Bulimia e Anorexia

Bulimia e Anorexia

Bruna Antunes

Bruna AntunesBruna Antunes, natural de Descanso, tem 32 anos, é Bacharel em Psicologia pela UNOESC de São Miguel do Oeste e graduada em Administração de Pessoas pela Uniasselvi, e atua como psicóloga do CRAS de São João do Oeste. A coluna objetiva abordar temas relacionados à psicologia de forma clara a fim de agregar conhecimentos e facilitar a interpretação dos leitores. Além disso, Bruna destaca reflexões sobre a importância e os cuidados necessários com a saúde mental.

06/12/2018 19h54Atualizado há 5 dias
Por: Bruna Antunes
Fonte: Oeste em Foco | Bruna Antunes

A cultura ao corpo perfeito, a beleza a qualquer custo, tem levado muitas pessoas, homens e mulheres a procurar centros de estética e cirurgia, em busca desse sonho exterior. Dietas de todos os tipos, receitas milagrosas, aparecem na lista de preferências dos “cultuadores” do corpo. A mídia tem grande papel na divulgação da “beleza ideal”. Então, não é interessante cuidar do visual, você deve estar me perguntando: obviamente que é sim, aliás, extremamente necessário. O que vou me referir nesta matéria é uma questão que vai além: os transtornos que envolvem esse universo da visão de si mesmo, da busca por uma aparência perfeita. Vamos falar sobre a bulimia e anorexia.

Com certeza você, caro leitor, já ouviu alguma dessas expressões, principalmente em noticiários que envolvem o mundo da moda. Ainda não se fala muito nisso, e eu como profissional da Psicologia, confesso que ainda não me deparei com alguma situação assim em minha vida profissional

A bulimia nervosa consiste na ingestão exagerada de alimentos em um curto espaço de tempo. Após ingerir o alimento a pessoa sente uma culpa muito grande e trata de livrar-se do que foi ingerido, seja por meio de laxantes, abuso de diuréticos, e muito usualmente por vômitos, exercícios intensos e longos períodos de jejum, tudo para compensar a grande quantia de alimento ingerida. O medo de engordar faz com a pessoa necessite se livrar de tudo o que comeu. Observemos que este comportamento é repetitivo, chegando ao ponto de se tornar uma certa fixação. A bulimia é chamada de “mia”, pelas pessoas que apresentam este transtorno.

A anorexia nervosa, é um transtorno do comportamento alimentar, onde existem restrições alimentares impostas pelo paciente, que são extremamente exageradas. A perda de peso aqui é facilmente percebida, (ao contrária da bulimia), pois neste caso a ingestão de alimento fica praticamente nula, sendo que o paciente se recusa a ingerir alimentos, principalmente carboidratos e gorduras. O medo intenso de engordar e a distorção da visão do seu corpo predomina como motivo principal do transtorno. A pessoa se enxerga fora dos padrões de beleza, que ela julga serem os ideais. O apelido dado para a anorexia é “anna”

Alguns fatores estão presentes na vida dessas pessoas e podem contribuir para a evolução dos transtornos: baixa auto estima, pais controladores, perfeccionismo, humor depressivo, dificuldades em lidar com mudanças, histórico de traumas na infância.

Como é comum que estes transtornos aparecem na adolescência e inicio da vida adulta, é muito importante que os pais estejam atentos aos comportamentos de seus filhos, principalmente no que diz respeito a auto estima, vinda da aceitação com o próprio corpo. Mostrar para o adolescente que ele deve cuidar sim de sua saúde e corpo físico é importante, mas não mais do que sua saúde mental, até porque é o corpo que vai sentir as consequências de possíveis inadequações psicológicas e emocionais. O que me refiro aqui é ao exagero que ocorre na Bulimia e na Anorexia. São transtornos que necessitam ser tratados, pois podem levar a morte.

Infelizmente existem grupos nas redes sociais de pessoas que possuem os transtorno. Esses grupos se estimulam mutuamente, incentivando seus membros e dando apoio uns aos outros. Lá eles tem a liberdade de compartilhar suas experiências, sem serem julgados. O problema é que esses pacientes não conseguem perceber que precisam de ajuda, levando como um estilo de vida a anorexia e a bulimia. Inclusive na manhã desta quinta feira foi noticiado na imprensa mundial, o caso das irmãs gêmeas russas, que foram hospitalizadas com quadro grave de anorexia e passaram três dias em coma depois de meses se alimentando pouquíssimo, devido a pressão da agência de modelos para a qual trabalhavam, para que ela se mantivessem magras.

Referências: Mentes insaciáveis, autora Ana Beatriz Barbosa Silva

Bruna Antunes, Psicóloga CRP-12/16964

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários