Terça, 19 de março de 2019
(49) 98895-5546
Saúde

13/12/2018 às 20h51 - atualizada em 13/12/2018 às 21h47

Bruna Antunes

Descanso / SC

Inteligência Emocional:
Sentimentos conectados
Inteligência Emocional:
Oeste em Foco

Inteligência Emocional:


Sentimentos conectados


O fim de ano está aí batendo a nossa porta, e mais do que nunca todos nós sabemos que para muitas pessoas, esse pode ser um período de intensas mudanças e fatores estressantes. Assim, na coluna de hoje, irei abordar o tema inteligência emocional. Mas afinal, do que se trata esse conteúdo?


  Inteligência Emocional é a capacidade de entender, compreender os processos emocionais que ocorrem dentro de você, assim como os sentimentos dos outros e, a partir disso, conseguir controlar suas reações diante deles.


 Trata-se da compreensão da melhor forma de agir mediante as emoções que foram interpretadas. Sendo assim, Inteligência emocional na verdade não tem a ver com controle das emoções, mas com a compreensão e interpretação delas. Se por um lado não podemos controlar as emoções na sua forma absoluta, podemos interpretá-las, reconhecê-las, avaliá-las em nós mesmos e nos outros e aprender a controla-las e direciona-las da melhor forma possível.


Quando isso é alcançado, passamos a ter habilidades e competências de gerenciar muito melhor nossa vida. 


 Com tudo isso, é possível perceber a importância desenvolvimento da capacidade de fazer boas escolhas com o uso das emoções e de saber tomar decisões baseadas nessas emoções, usando seu cérebro a seu favor


 Essa é a capacidade do uso correto de ações e reações baseadas na prática da Inteligência Emocional. Com ela você é capaz de desenvolver e fortalecer suas capacidades de autocontrole emocional, identificar e eliminar sentimentos tóxicos e crenças limitantes, eliminar a autossabotagem, aumentar a autoconfiança, desenvolver a capacidade de liderança e de realizar metas e objetivos, manter foco e determinação, ter empatia e fortalecer a sua autoestima


 A vivência da Inteligência Emocional permite gerenciar sentimentos de medo, raiva, tristeza, mágoa, foco, resiliência, persistência, metas bem definidas, escolha por sentimentos positivos, cuidado com a saúde, determinação, crenças positivas de quem você é, o que é capaz de fazer e o que merece viver, são exemplos de vantagens de quem desenvolve esta habilidade de gerenciar, controlar e coordenar seus sentimentos e daqueles que estão ao seu redor. Ter Inteligência Emocional te faz melhor, não perfeito, mas muito melhor, 


 Algumas habilidades e competências que caracterizam alguém que vive plenamente com inteligência emocional: Identificar a emoção e dar nome e entendimento a elas, entender melhor não somente o que se passa dentro de você, mas também com o outro, a adaptação e aceitação para novas situações e a capacidade de se flexibilizar para agir, reconhecimento de suas potencialidades e suas limitações, autoconfiança e o autoconhecimento, saber dizer “sim” para o que deve e saber dizer “não” para o que tem que ser realmente “não”, reconhecer falhas e erros e saber se ajustar a novos padrões de respostas e comportamentos ,entender as próprias limitações e reconhecer que poderá haver, apesar de todos os esforços haver momentos de falhas, descansar fisicamente e emocionalmente, desconectando-se eventualmente do mundo de trabalho e estresse, é vivência de inteligência emocional. Dar uma pausa no corpo e na mente potencializa resultados e recarrega energias essenciais para novas e importantes realizações.


 Através da psicoterapia, você poderá em trabalho conjunto com o psicólogo, atingir um nível satisfatório de inteligência emocional, pois na terapia você terá um auxílio profissional de como proceder e organizar seu “eu”.


 Bruna Antunes, psicóloga- CRP-12/1696

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Bruna Antunes

Bruna Antunes

Blog/coluna Bruna Antunes, natural de Descanso, tem 32 anos, é Bacharel em Psicologia pela UNOESC de São Miguel do Oeste e graduada em Administração de Pessoas pela Uniasselvi, e atua como psicóloga do CRAS de São João do Oeste. A coluna objetiva abordar temas relacionados à psicologia de forma clara a fim de agregar conhecimentos e facilitar a interpretação dos leitores. Além disso, Bruna destaca reflexões sobre a importância e os cuidados necessários com a saúde mental.
Facebook
© Copyright 2019 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium