Segunda, 25 de Outubro de 2021
14°

Poucas nuvens

São Miguel do Oeste - SC

Saúde Coluna Bruna Antunes

O hábito de deixar pra depois: procrastinação

Confira a coluna da psicóloga, Bruna Antunes, desta semana

09/04/2021 às 17h23 Atualizada em 11/04/2021 às 16h02
Por: Bruna Antunes Fonte: Oeste em Foco
Compartilhe:
Oeste em Foco
Oeste em Foco

Como você tem sido seus dias? Sente que não consegue terminar as coisas que começou ou que por vezes nem mesmo começa aqueles planos que tem em mente? Que está simplesmente dormindo e acordando, sem concretizar mudanças que realmente possam te proporcionar realizações ou de ter um novo sentido de vida? 

O que é procrastinação? 

Procrastinação pode ser definido como o comportamento de adiar tarefas importantes que precisam ser realizadas.

O procrastinador, encontra desculpas para realizar essas tarefas depois.

A procrastinação tem graus, começa geralmente com pequenas tarefas, rotineiras, que vão sendo deixadas de lado, deixadas pra resolver depois, o famoso “empurrar com a barriga” e vai se agravando com adiamento de tarefas mais importantes.  

A procrastinação começa quando acabamos encontrando desculpas para não realizar a tarefa naquele momento. Algumas vezes acreditamos não ser o “momento ideal”, mas existe sempre um momento ideal? Costumeiramente a segunda-feira, o primeiro dia do ano ou algum fator marcante são os pontos de partida para as decisões de começar alguma tarefa.

“Ah, segunda-feira eu inicio minha dieta, esse fim de semana tem aniversário do meu filho, como é que eu não vou comer?” ou “só espera eu entrar em férias que vou dar um jeito nesse armário, aí tenho mais tempo” ou ainda “assim que eu me formar vou começar a fazer exercícios, agora estudo dia e noite”. 

Quando seguimos com essas ideias, estamos simplesmente dando uma desculpa para racionalizar o motivo pelo qual não começamos a realizar nossas metas e objetivos ou seja, encontramos um motivo sólido perante os demais, para que caso a tarefa não aconteça, não haja cobranças por parte de ninguém, inclusive minha. Com frequência  a situação fica como responsável, pois, mesmo quando não estamos motivados o suficiente, podemos realizar o que for necessário.

Por exemplo, você queira iniciar um curso superior, mas está em duvida do que cursar e de qual instituição procurar.

Então, você começa a pesquisar, ler sobre possíveis áreas de seu interesse, campo de trabalho, remuneração, pesquisa as faculdades que fornecem o curso, valores, grade curricular, mas, aos poucos vai dando a desculpa de que é muito difícil e que não está preparado para começar, que não sabe como vai pagar, que não tem capacidade para passar no vestibular... 

O seu objetivo, que é fazer uma faculdade, começa a parecer bem difícil e, então, você desanima e aos poucos vai parando de pesquisar sobre o assunto. É assim que você enrola e nunca começa a fazer o que precisa ser feito. Isso é procrastinar. 

O mesmo acontece com aquela visita a um amigo que você prometeu, ao concerto da pia da cozinha que fica pingando, da faxina na garagem...

 Frases como “não preciso fazer isso agora”, “tem tempo ainda” e “vai dar tempo sim”, são comuns nessa demanda.

De forma geral, o cérebro humano “se rende” à procrastinação porque tem preferência pela recompensa imediata. Por isso, tende a lutar com tarefas que prometem vantagens futuras em troca de esforços no presente, como exemplo a pessoa que diz querer iniciar atividades física, mas prefere ficar na cama uma hora a mais, pois é bem melhor do que fazer caminhada; ou coloca o despertador para as 6h, mas prorroga para às 06:10, 06:20, 06:30.... E quando percebe lá se foram 30 minutos que você ficou “enrolando na cama”. 

É bem mais prazeroso receber uma recompensa imediata do que passar muito tempo fazendo algo em que só vai receber a recompensa depois.

Como então podemos fazer para livrar-nos da procrastinação?

Definir metas e prazos para realizar a tarefa;

Listar prioridades;

Reflita sobre o motivo de você estar deixando pra depois;

Faça uma coisa por vez;

Evite distrações externas, mantenha o foco na tarefa.

Saiba que você não é o único que pode estar nessa situação, mas a transformação só depende de você. 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Bruna Antunes
Bruna Antunes
Sobre Bruna Antunes, natural de Descanso, tem 32 anos, é Bacharel em Psicologia pela UNOESC de São Miguel do Oeste e graduada em Administração de Pessoas pela Uniasselvi, e atua como psicóloga do CRAS de São João do Oeste. A coluna objetiva abordar temas relacionados à psicologia de forma clara a fim de agregar conhecimentos e facilitar a interpretação dos leitores. Além disso, Bruna destaca reflexões sobre a importância e os cuidados necessários com a saúde mental.
São Miguel do Oeste - SC Atualizado às 23h44 - Fonte: ClimaTempo
14°
Poucas nuvens

Mín. 11° Máx. 26°

Ter 27°C 13°C
Qua 27°C 14°C
Qui 26°C 15°C
Sex 28°C 14°C
Sáb 27°C 13°C
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes
Anúncio
Anúncio
Ele1 - Criar site de notícias