Quinta, 20 de Janeiro de 2022
35°

Pancada de chuva

São Miguel do Oeste - SC

Informe Publicitário Intercâmbio!

Medicina em Cuba, uma opção para estudantes internacionais

Saiba um pouco mais sobre como é estudar medicina nesta icônica ilha caribenha

28/04/2021 às 13h52
Por: Júnior Recalcati Fonte: viveenbuenosaires.com
Compartilhe:
Pixabay
Pixabay

Assim como em outros países, estudar medicina em Cuba envolve dedicação intensiva, aprovação em exames e um programa de residência médica. No entanto, ao contrário da maioria dos países, Cuba historicamente oferece educação acessível para estudantes de medicina de baixa renda e com carreiras brilhantes.

Além disso, Cuba tem um dos melhores sistemas de saúde, destacando-se entre as nações em desenvolvimento. A maioria das universidades cubanas oferece um programa de seis anos ministrado em espanhol e parte de um modelo de aprendizagem cooperativa.

Saiba um pouco mais sobre como é estudar medicina nesta icônica ilha caribenha. Aqui estão as razões pelas quais Cuba reivindica um lugar de destaque entre os destinos internacionais desejáveis para a graduação na área da saúde.

A educação é uma prioridade em Cuba

As 60 universidades públicas de Cuba cresceram em prestígio nas últimas décadas, graças a um forte compromisso com a educação compartilhado pelo Governo e seu povo. Sete de suas universidades obtiveram lugares no ranking da QS University de 2021 das melhores universidades da América Latina, que considera fatores que incluem reputação acadêmica, reputação do empregador, proporção professor / aluno, citações por artigo, rede internacional de pesquisa, e proporção de profissionais com doutorado.

Cuba possui um sistema de saúde de primeira linha

Dada a reputação excepcional de Cuba no que diz respeito à educação médica, não é surpresa que o país também seja reconhecido por um sistema de saúde de primeira linha.

Quão extraordinário é o atendimento à saúde em Cuba? Reconhecido pela Organização Mundial de Saúde (OMS) e pela Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), o sistema de saúde pública e universal cubano pode servir de exemplo para todos os países por sua excelência e eficiência. Todas as categorias da população cubana têm acesso à saúde, com resultados similares às nações mais desenvolvidas.

Além disso, equipes de médicos cubanos especializados em situações de desastres e epidemias graves atendem outros países – através da chamada “Brigada Médica Henry Reeve” – criada por Fidel Castro em 2005. Só em 2020 durante a pandemia Covid-19, mais de 900 mil pessoas com coronavírus, de 39 países, foram atendidas por 53 brigadas médicas cubanas. Inclusive, a iniciativa é indicada ao Prêmio Nobel da Paz de 2021.

A história e a trajetória política de Cuba são fascinantes

Cuba tem atrativos como lindas praias de águas transparentes e areia branca, cidades com arquitetura ímpar e vilarejos pitorescos, mas isso é comum em muitos outros destinos caribenhos. Então, o que diferencia Cuba do resto do mundo? Claro, sua história notável e seu povo hospitaleiro.

Embora Cuba seja uma pequena ilha, ela abriga nove sítios do patrimônio mundial da UNESCO, com três outros na lista provisória. Esses pontos históricos, naturais, agrícolas e arquitetônicos significativos compreendem de tudo, desde fortalezas a antigas plantações de café – compactados em seus 1.250 quilômetros quadrados de extensão territorial.

Obviamente nenhuma discussão sobre Cuba está completa sem reconhecer seu compromisso de longa data com o comunismo, apesar da tremenda pressão externa e das sanções impostas pelos Estados Unidos, que afetam diretamente a economia do país. 

Não há nada como o ritmo musical cubano

A música cubana foi influenciada por muitas culturas e estilos diferentes, originários da Europa e da África. O resultado dessa fusão não aparece apenas na cena musical da ilha, que é única e vibrante, mas também está intrinsecamente ligado à vida cotidiana. Independente de onde você está, espere ouvir ritmos contagiantes como Cha-cha-cha, salsa, mambo, bolero e muito mais.

Cuba como ela é 

Por ter ficado inacessível por tanto tempo, Cuba reteve sua cultura de uma maneira particularmente única. Isso fez com que o país ganhasse autenticidade e charme, tornando-se uma “meca” para os turistas.

Como as com as viagens à ilha caribenha estão mais acessíveis, e com as relações do país com o resto do mundo em ascensão, cada vez mais pessoas estão adicionando Cuba a seus destinos obrigatórios. Se você deseja conhecer uma Cuba ainda genuína, a hora de ir é agora.

Embora as fortes ofertas acadêmicas da ilha sejam um incentivo por si só, o status de estar em Cuba nesta conjunção da história, experimentando “a velha e a nova Cuba, o passado e o futuro, pelas mesmas lentes”, é realmente uma oportunidade única.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias