Sábado, 19 de janeiro de 2019
(49) 98895-5546
Saúde

10/01/2019 às 21h48 - atualizada em 14/01/2019 às 15h57

Bruna Antunes

Descanso / SC

Vida virtual: Quando a tecnologia se torna um problema
Saiba os pontos positivos e negativos ao usufruir a tecnologia. Além disso, saiba como estar conectado sem prejudicar a sua vida
Vida virtual: Quando a tecnologia se torna um problema
Oeste em Foco

Vida virtual: Quando a tecnologia se torna um problema.


 A tecnologia tomou conta dos nossos dias. Negar isso seria negar as novas realidades que vivemos. A facilidade de ter “tudo a mão”, rápido, prático e fácil, já é real. Não podemos mudar ou fugir disso. A tecnologia veio para melhorar muitos aspectos de nossa vida. A comunicação creio ser a principal. Mas e quando isso se torna um vício? Quando o “estar on line” torna-se um modo de vida? Quando o número de curtidas e comentários em nossas postagens e fotos daquela viagem maravilhosa, é que irão determinar nossa felicidade ou desespero? Tudo tem um limite do tolerável. O vício, a fixação pelo “estar conectado” infelizmente está tomando conta de grande parte da população mundial.  Nossos jovens e crianças tem um vasto conhecimento a respeito do assunto. O problema chega quando o ser criança, brincar, correr, jogar não acontece mais, pois os jogos e redes sociais tomam conta do tempo da criança.


A chave para o uso de mídias digitais e a manutenção de uma saúde adequada é a limitação. Gastar no máximo não mais que duas horas por dia nessas mídias, e tentar aumentar o tempo despendido com amigos e exercícios, leitura, passeios é fundamental para o crescimento saudável.


Uma grande mudança na vida dos adolescentes nos últimos anos foi o aumento na quantidade de tempo gasto em redes sociais e o consequente declínio das atividades sociais e do sono. Sim Sono. Ficar no celular ou computador durante a madrugada é grande realidade na vida dos jovens. Uma boa noite de sono é essencial para um rendimento escolar satisfatório.


Ainda não temos um número considerável de estudos sobre o tema, mas certo é que não irá demorar para acontecer, visto que a possibilidade de reversão dessa “revolução tecnológica” é nula. Todo cuidado é pouco. Aos pais fica o alerta: MONITOREM SEUS FILHOS QUANTO AO USO DO CELULAR. Os perigos da exposição demasiada, sem limites não trará boas consequências. Sabemos que na internet somos quem quisermos ser. Por isso vou nesse texto do abuso das mídias sociais e internet, ao perigo da pedofilia. Crianças pequenas tendem a ser impressionadas por mensagens atrativas. Sim, existem pessoas que podem se passar por amigos na internet, oferecendo atenção, talvez no momento que a criança ou adolescente mais precise e não esteja recebendo na família. Nós pais é que temos o dever de proteção e autoridade sobre nossos filhos.


 Alguns estudos já realizados constatam a relação felicidade versus uso das mídias sociais, relacionando que jovens que abusam do celular são mais infelizes e não sociáveis. Para finalizar, se você está tendo problemas em relação a este assunto, converse com seu filho, fação uma reunião familiar, delimite tempo e seja rigoroso ao fazer cumprir esse tempo. Se necessário busque orientação com um profissional.


Bruna Antunes


Psicóloga CRP-12/16964

FONTE: Oeste em Foco | Bruna Antunes

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Bruna Antunes

Bruna Antunes

Blog/coluna Bruna Antunes, de Descanso, tem 32 anos, é Bacharel em Psicologia pela UNOESC de São Miguel do Oeste e graduanda em Administração de Pessoas pela Uniasselvi. Ela atua na Brinquedoteca do CRAS de Tunápolis e como psicóloga clínica em Descanso. A coluna objetiva abordar temas relacionados à psicologia de forma clara a fim de agregar conhecimentos e facilitar a interpretação dos leitores. Além disso, Bruna destaca reflexões sobre a importância e os cuidados necessários com a saúde mental.
Facebook
© Copyright 2019 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium