Quinta, 21 de fevereiro de 2019
(49) 98895-5546
Saúde

15/01/2019 às 20h11 - atualizada em 15/01/2019 às 21h34

Sandro Risso

Chapecó / SC

Lesão do Ligamento Cruzado Anterior
A lesão acomete principalmente indivíduos jovens e ativos e caracteriza-se especialmente pela instabilidade articular.
Lesão do Ligamento Cruzado Anterior

Dando sequência à série de entrevistas que aborda problemas ortopédicos, esta semana o assunto é “Lesão do Ligamento Cruzado Anterior”. Uma das principais lesões do joelho em desportistas. Se você é atleta profissional ou amador nas mais diversas modalidades, ou até mesmo quem não pratica esporte, vale a pena conferir o que escreve o médico ortopedista Mauricio Fabiani. 


Lesão do Ligamento Cruzado Anterior.


A lesão do ligamento cruzado anterior (LCA) é uma das mais comuns do joelho, principalmente durante atividades físicas. A lesão acomete principalmente indivíduos jovens e ativos e caracteriza-se especialmente pela instabilidade articular.


A ruptura desse importante ligamento tem sido comum nos esportes de alto desempenho. Ao fazer mudanças de direção ou desaceleração rápida com o pé fixo no solo, o paciente pode promover um estresse em valgo e rotação interna ou externa e lesionar o ligamento sem trauma direto.


Essa ação leva à falha dos suportes mecânicos que estabilizam o ligamento, tornando o joelho instável e sem controle.


Quais os Sintomas?


O paciente apresenta episódios frequentes de instabilidade. Os principais relatos falam sobre a possibilidade de ouvir um estalido seguido de dor no joelho ao tentar deslocamento.


Outros sintomas típicos incluem:


• Dor e inchaço


• Amplitude de movimento reduzida


• Sensibilidade ao longo da linha da articulação


• Desconforto ao caminhar


O seu diagnóstico baseia-se no exame clínico do joelho feito por um especialista em Ortopedia e Traumatologia. A extensão e gravidade da lesão se confirma a partir de exames complementares de imagem como ressonância magnética e tomografia computadorizada.


Tratamento cirúrgico


Um consenso entre os estudos clínicos atesta que o referido ligamento não cicatriza naturalmente e adequadamente após a lesão. Sendo assim, a reconstrução cirúrgica é hoje o tratamento padrão para atletas e pacientes em geral.


Atualmente, diferentes fontes de enxerto mostraram-se eficazes na reconstrução do LCA. A escolha pelo enxerto ideal é individualizada e depende do perfil do paciente e da própria extensão da lesão. Enxertos derivados do tendão quadriciptal e dos flexores vêm se destacando como opção ao enxerto patelar. Muito embora, em razão do caráter individual do tratamento, não existe claramente uma preferência pela escolha do enxerto ideal.


Após a cirurgia inicia-se um período prolongado de reabilitação física a partir de tratamento fisioterápico, além de acompanhamento médico para avaliação da reabilitação do ligamento.


Mesmo com intensa reabilitação, a realização de movimentos de rápida desaceleração, mudanças de direção e recepção de salto no solo a um apoio tornam-se impossíveis. Por isso é fundamental que o paciente tenha paciência e siga as orientações passadas pelo ortopedista, bem como, o fisioterapeuta.


PERGUNTAS A FAZER AO ORTOPEDISTA


• Você é especialista pela Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia?


• Quanto tempo devo permanecer em repouso?


• Qual é o prazo estipulado para retorno às atividades?

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Sandro Risso

Sandro Risso

Blog/coluna A coluna Saúde em Foco destaca assuntos relevantes com uma releitura dos principais acontecimentos, teorias e práticas da área. O objetivo é trazer informações que possam auxiliar os leitores no dia a dia, seja para tomar decisões ou simplesmente para aqueles que buscam subsídios em suas argumentações. O colunista, Sandro José Risso, preza pelo elo entre o leitor e o escritor a fim de agregar valores à manutenção e melhoria na saúde de seus seguidores.
Facebook
© Copyright 2019 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium