Terça, 28 de Setembro de 2021
31°

Pancada de chuva

São Miguel do Oeste - SC

Oeste Catarinense Felis Wiedii!

Gato Maracajá é encontrado morto na BR-163 em São Miguel do Oeste

Animal está ameaçado de extinção

03/08/2021 às 17h00 Atualizada em 06/08/2021 às 23h04
Por: Júnior Recalcati Fonte: Oeste em Foco
Compartilhe:
Cláudio Guinami | Oeste em Foco
Cláudio Guinami | Oeste em Foco

Um Gato Maracajá foi encontrado morto na manhã desta terça-feira (3), na BR-163, em Linha Bela Vista das Flores, no interior de São Miguel do Oeste. O pequeno felino, solitário e noturno, nativo da América Central e América do Sul, foi encontrado ferido e já sem vida por motoristas que passavam pelo local, nas proximidades da Laticínios Terra Viva.

A suspeita é de que o animal tenha sido atropelado. De acordo com o biólogo, Jackson Preuss, a Polícia Militar Ambiental encaminhou o felino para o Núcleo de Estudos em Vida Selvagem da UNOESC de São Miguel do Oeste.

O Felis Wiedii, nome científico dado ao Gato Maracajá, tem como característica, uma cauda mais longa do que seus membros posteriores. Os seus pelos são amarelo-escuros nas partes superiores do corpo e na parte externa dos membros. Tem manchas sob a forma de rosetas com uma região central amarela por todo o corpo, da cabeça à cauda. Uma característica da espécie são seus olhos bem grandes e protuberantes, como também, focinho saliente, patas grandes e cauda bastante comprida. Possui uma grande habilidade arborícola. Seu período de gestação dura em média em torno de 80 dias, vindo à luz apenas um único filhote por vez.

Em 2008, o Gato Maracajá foi listado como ameaçado na Lista Vermelha da União Internacional para a Conservação da Natureza (UICN) porque acredita-se que a população esteja diminuindo devido à perda de habitat após o desmatamento. Até a década de 90, os gatos-maracajás eram caçados ilegalmente para o comércio de animais selvagens, resultando numa grande diminuição da população.

A espécie se encontra listada como "quase ameaçada" pela IUCN, por sua ampla distribuição geográfica, sendo encontrada desde a zona costeira do México até o norte do Uruguai e Argentina e em todo o Brasil (com exceção do sul do Rio Grande do Sul). Estima-se que nos próximos 15 anos a população sofrerá um declínio de pelo menos 10%, principalmente pela perda e fragmentação de habitat relacionadas a expansão agrícola

Saiba mais sobre a espécie

  ACOMPANHE OS NOSSOS CANAIS!  

Facebook - Instagram - TwitterYouTube - Aplicativo - Google News

Receba notícias de São Miguel do Oeste e região pelo WhatsApp do Oeste em Foco

ENTRE NO GRUPO
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
São Miguel do Oeste - SC
São Miguel do Oeste - SC
Sobre o município Considerada a capital do Extremo-Oeste catarinense, distante cerca de 655 km da capital e 130 km de Chapecó, possui cerca de 40 mil habitantes. Esta é a maior cidade catarinense próximo à fronteira com a Argentina, polarizando importantes órgãos e instituições de saúde, educação, etc. É muito utilizada como ponto de parada de turistas argentinos, paraguaios e chilenos que visitam as praias catarinenses ou por brasileiros a caminho das Cataratas do Iguaçu.
São Miguel do Oeste - SC Atualizado às 17h20 - Fonte: ClimaTempo
31°
Pancada de chuva

Mín. 21° Máx. 31°

Qua 26°C 18°C
Qui 28°C 16°C
Sex 22°C 17°C
Sáb 21°C 16°C
Dom 22°C 15°C
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes
Anúncio
Anúncio
Ele1 - Criar site de notícias