Domingo, 23 de Janeiro de 2022
26°

Poucas nuvens

São Miguel do Oeste - SC

Câmara dos Deputados Câmara dos Deputados

Comissão recebe ministros de Minas e Energia e do Turismo para debater exploração de petróleo próximo a Noronha

Divulgação/Marinha do Brasil Leilão da ANP prevê exploração de áreas nas imediações de santuários ecológicos A Comissão de Turismo da Câmara dos ...

30/11/2021 às 11h05
Por: Oeste em Foco Fonte: Agência Câmara de Notícias
Compartilhe:
Leilão da ANP prevê exploração de áreas nas imediações de santuários ecológicos - (Foto: Divulgação/Marinha do Brasil)
Leilão da ANP prevê exploração de áreas nas imediações de santuários ecológicos - (Foto: Divulgação/Marinha do Brasil)

A Comissão de Turismo da Câmara dos Deputados recebe na quarta-feira (1º) os ministros de ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, e do Meio Ambiente, Joaquim Álvaro Pereira Leite, para discutir os impactos da exploração de petróleo na Bacia de Potiguar.

Localizada entre os estados do Rio Grande do Norte e Ceará, a bacia está muito próxima aos santuários ambientais de Fernando de Noronha e Atol das Rocas. A inclusão da área na 17ª rodada de licitação de blocos para exploração de petróleo e gás da Agência Nacional de Petróleo (ANP) gerou protestos de ambientalistas e de entidades ligadas ao turismo.

Serão duas audiências públicas em atendimento a requerimentos do deputado Felipe Carreras (PSB-PE). No caso de Albuquerque, o pedido inicial era pela convocação (quando a presença da autoridade é obrigatória) do ministro, mas foi transformado em convite pela comissão. No caso de Leite, como foi aprovada convocação, ele é obrigado a comparecer à Câmara, sob risco de cometer crime de responsabilidade.

Na avaliação de Carreras, a oferta da exploração da Bacia de Potiguar é um tema de alta "complexidade" e eventuais deslizes no licenciamento ambiental podem levar a um novo "vazamento" de óleo na costa brasileira. Ele lembra que o episódio ocorrido em 2019 impactou a biodiversidade e o turismo no litoral nordestino.

O deputado aponta ainda que os estudos técnicos, liderados pelos ministérios do Meio Ambiente e de Minas e Energia, que embasaram a liberação do bloco para exploração de petróleo não são conclusivos e levam a um entendimento de “caráter precário”.

A reunião com Joaquim Álvaro Pereira Leite começará às 14 horas, e com Bento Albuquerque, a partir das 15 horas. As reuniões serão no plenário 9.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias