Campanha Investimentos Prefeitura SMO
Exemplo!

Comarcas do Oeste preservam meio ambiente através de reaproveitamento

O evento ocorre anualmente conforme programa nacional e estadual sobre o tema (Decreto Federal n. 86.028/1981 e Lei Estadual n. 15.921/2012)

07/06/2019 17h43Atualizado há 2 semanas
Por: Júnior Recalcati
Fonte: Oeste em Foco | TJSC
Divulgação
Divulgação

Quem visitou o fórum de Mondaí, no Extremo-Oeste, nesta semana, foi agraciado com um presente consciente. Como já é de praxe, os servidores e demais colaboradores da comarca guardam todas as folhas de papel ofício que possam ser reutilizadas. E os próprios profissionais transformam essas folhas em blocos de anotações para o dia a dia de trabalho. Mas neste ano, a comunidade também foi beneficiada levando um bloco para casa.

O chefe de Secretaria do foro, Ricardo da Silva Conter, lembra que por mês conseguem reaproveitar aproximadamente duas mil folhas. Ele comprou uma guilhotina para uso exclusivo na confecção dos blocos. “Separamos apenas papéis sem assinatura e/ou que não comprometam os processos. Para a entrega nessa semana, fizemos as capas coloridas em uma gráfica”, conta. Uma parceria com o viveiro florestal da cidade e a Associação Amigos do Rio Uruguai e Afluentes de Mondaí (AARUM) possibilitou ainda a distribuição gratuita de 50 mudas de plantas nativas da região. Os servidores plantaram quatro árvores no pátio do fórum, na quarta-feira (5), para celebrar o Dia do Meio Ambiente.

Reaproveitamento de roupas

A prática é, ainda, pouco utilizada, mas na comarca de Abelardo Luz encantou aqueles que passaram pelo fórum do município nesta semana. É que uma exposição, no hall de entrada, mostrou chinelos novos e charmosos feitos com tecidos e roupas antigas. Os calçados foram feitos por crianças e adolescentes, com idades entre seis e 14 anos, que participam do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV), nas manhãs de segunda e terça-feira.

“Ao invés de agredir o meio ambiente e sujar as cidades, esses retalhos tornam-se lindos chinelos que aquecem os pés das crianças e adolescentes participantes do SCFV”, destaca a chefe de Secretaria da comarca, Carolina Bernat Spazzini. Para a exposição, também foram confeccionados cartazes utilizando capas de processo do padrão antigo, bem como folhas de ofício usadas. Alguns blocos que reaproveitam folhas também estão expostos. A prática é incentivada pelo projeto “TJSC Recicla”. Além disso, foram colocados em diversos pontos do fórum panfletos contendo informações sobre reciclagem e separação do lixo. Os folders são de um projeto da prefeitura de Abelardo Luz em parceria com entidades locais.

O Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos é um conjunto de serviços realizados em grupos, de acordo com o ciclo de vida do participante, e que busca complementar o trabalho social com famílias e prevenir a ocorrência de situações de risco social. Além disso, o SCFV fortalece as relações familiares e comunitárias e promove a integração e a troca de experiências entre os participantes, valorizando o sentido de vida coletiva. O serviço é mantido pela Administração Municipal e pelo Governo Federal. As atividades são de responsabilidade do Centro de Referência da Assistência Social - CRAS.​

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários