Facig 2019
Desocupação!

VÍDEO: Ordem Judicial determina retirada de morador e demolição de casas em propriedade particular

Caso polêmico perdurou por anos devido a legitimidade da propriedade da área

19/06/2019 13h58
Por: Júnior Recalcati
Fonte: Oeste em Foco
Júnior Recalcati | Oeste em Foco
Júnior Recalcati | Oeste em Foco

Uma ordem judicial de desocupação de bem imóvel foi cumprida na manhã desta quarta-feira (19) no Centro de São Miguel do Oeste. O local já foi alvo de diversas polêmicas e discussões sobre o seu real possuidor, no entanto, após anos, a área foi reintegrada.

O antigo campo municipal, de propriedade da Colonização e Madeiras Oeste LTDA, exequente processual, foi desocupado com a intervenção de uma oficial de Justiça e o apoio da Polícia Militar.

O local fica no cruzamento da Avenida Salgado Filho e das ruas Almirante Tamandaré e 7 de setembro, no Centro de São Miguel do Oeste. No dia 23 de abril de 2019, os moradores foram intimados a deixar suas moradias sob pena de multa diária de R$ 200 em um prazo de 30 dias a contar da data do recebimento do mandado. A decisão arbitra, ainda, honorários de R$ 1 mil por executado para o caso de a obrigação não ser cumprida no prazo fixado.

Os executados podem, inclusive, responder por crime de desobediência caso descumpram as determinações. Onze pessoas estão envolvidas no processo, além da exequente. A maioria dos intimados deixaram a área dentro do prazo estipulado, porém, apenas um morador resistiu e ainda habitava no local nesta manhã.

O homem foi cientificado da ação e precisou deixar a área. A Ordem Judicial aponta que todas as construções no terreno sejam demolidas.

A reportagem acompanhou parte dos trabalhos e registrou equipes e máquinas removendo entulhos e a vegetação. Extraoficialmente, o Oeste em Foco recebeu a informação de que o local deve abrigar modernas instalações de um complexo do Serviço Social da Indústria (SESI).

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários