Facig 2019
Vencer ou vencer!

Seleção desafia o Peru em busca do nono título na Copa América

Brasil entra em campo às 17h deste domingo, no Maracanã

07/07/2019 11h57
Por: Júnior Recalcati
Fonte: Correio do Povo
Pedro Ugarte | AFP
Pedro Ugarte | AFP

Houve alguns percalços e imprevistos no meio do caminho. Houve também vitórias daquelas de afirmar o time e encher o torcedor de alegrias. Agora, pouco mais de três semanas depois da estreia, a Seleção Brasileira chega aonde sempre planejou. Às 17h deste domingo (7), no estádio Maracanã, o Brasil encara o Peru na final da Copa América. Para garantir pela nona vez o título da competição, a equipe treinada por Tite precisa bater os peruanos pela segunda oportunidade no torneio. Na primeira, houve goleada por 5 a 0, o que dá a dimensão do favoritismo verde e amarelo agora.

A empolgação por parte da torcida encontra um freio nas entrevistas tanto do técnico quanto dos jogadores. No vestiário, o discurso é de cautela e respeito ao Peru, afinal de contas trata-se da seleção que deixou pelo caminho outros dois favoritos. Primeiro, nos pênaltis, o Uruguai. Depois, com uma incontestável goleada por 3 a 0, o Chile. “Cada jogo é uma história, cada final é uma história. Temos que estar preparados para um jogo de final. O Peru chegou pelos méritos deles. Eles evoluíram na competição”, destacou o atacante Everton, talvez a maior das revelações da Copa América.

O jogador do Grêmio não é o único a pensar assim. Para Casemiro, a goleada de 5 a 0 sobre o Peru na fase de grupos não pode servir de parâmetro. “Não importa que seja goleada ou 1 a 0. Sempre com muita cabeça, tranquilidade, não precisa querer dar espetáculo, fazer outras coisas. Tem que saber jogar e querer vencer. É o jogo mais importante da competição. Tem que ir concentrado, focado, se for 1 a 0 já me serve”, diz. Entre os brasileiros, há também um alerta sobre o atacante Paolo Guerrero. “É um jogador de extrema qualidade e que a gente tem que ter total cuidado durante todo o tempo de jogo porque, no mínimo detalhe que a gente falhar, ele pode resolver uma partida”, afirma o zagueiro Marquinhos.

À exceção de Willian, Tite não terá desfalques para o duelo contra os peruanos. Alisson havia terminado a partida com a Argentina com dores nas costas. Na quinta-feira, foi poupado dos treinamentos, mas nesta sexta-feira voltou às atividades normalmente e é nome certo entre os titulares. Na lateral esquerda, com a volta de Filipe Luís, que foi desfalque diante do Peru por dores musculares, Tite tem aquela que deve ser a única dúvida, entre Filipe e Alex Sandro.

Às vésperas da partida, o Peru teve que lidar com uma série de problemas no treino de sexta-feira. Primeiro, nenhuma sala foi cedida à comissão técnica no centro de treinamentos do Fluminense, onde foram realizadas as atividades. Também não havia nenhuma estrutura para as entrevistas. Além disso, o ginásio teve de ser compartilhado com a categoria juvenil do Fluminense. E não havia água quente nos chuveiros do vestiário. 

No momento ideal 

Ao falar dos assuntos de campo, Ricardo Gareca espera um jogo difícil contra a Seleção. O treinador foi além e disse que sua seleção irá enfrentar o Brasil "no momento ideal". "Vamos jogar com o Brasil num momento ideal porque viemos de jogos diante de duas seleções fortes, Uruguai e Chile. Se eu tivesse que escolher um momento pra enfrentar o Brasil, seria agora", comentou o treinador argentino neste sábado, durante entrevista coletiva realizada no Maracanã.

Autor do primeiro gol na semifinal diante do Chile, o meia peruano Edison Flores acabou deixando o gramado da Arena do Grêmio no decorrer da partida após sentir uma lesão, mas neste sábado o jogador garantiu que está pronto para encarar o Brasil. "Estou bem, foi uma lesão que não me permitiu continuar contra o Chile, mas estou recuperado e espero dar o melhor amanhã (domingo)", disse o meia Flores neste sábado. "Me sinto bem, recuperado e com vontade de jogar", acrescentou. 

Copa América 2019 - Final 

Brasil 

Alisson; Daniel Alves, Marquinhos, Thiago Silva e Filipe Luís (Alex Sandro); Casemiro, Arthur, P. Coutinho; Gabriel Jesus, Roberto Firmino e Everton. Técnico: Tite. 

Peru 

Pedro Gallese; Luis Advíncula, C. Zambrano, Luis Abram e Miguel Trauco; Renato Tapia, Yoshimar Yotún, André Carrillo e Christian Cueva; Edison Flores e Paolo Guerrero. Técnico: Ricardo Gareca. 

Árbitro: Roberto Tobar (CHI)

Local: estádio Maracanã, no Rio de Janeiro.

Início: 17h deste domingo.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários