Facig 2019
Crime

Grupo deve responder a processo criminal por fraudar o Seguro DPVAT

Crime envolveu despachante de Chapecó após um morador de Pinhalzinho sofrer um acidente de moto em Nova Erechim

11/07/2019 16h28
Por: Júnior Recalcati
Fonte: Oeste em Foco
Polícia Civil
Polícia Civil

Quatro pessoas foram indiciadas pela Polícia Civil de Nova Erechim por fraudar o seguro DPVAT e devem responder a processo criminal na Justiça. O caso ocorreu em dezembro de 2017 quando um jovem de 19 anos, morador de Pinhalzinho, sofreu um acidente em Nova Erechim ao participar de um evento de motocross. O piloto teve lesões e precisou ser hospitalizado.

Conforme a Polícia Civil, o motociclista sabia que não poderia receber o valor do seguro DPVAT por estar conduzindo a motocicleta em uma via particular e com veículo não regularizado, porém, ao sair do hospital foi abordado por um funcionário de um despachante de Chapecó, que lhe auxiliou a cometer a fraude. Eles conseguiram um terceiro envolvido, amigo do condutor acidentado, também de Pinhalzinho, que possuía uma Honda Biz com a documentação em dia para que, com o auxílio do despachante e do condutor, fizesse uma declaração falsa. No documento, o rapaz declarou que seu amigo estava conduzindo sua motocicleta no dia em que se acidentou.

Conforme a PC, de posse da declaração, o jovem que se acidentou registrou um Boletim de Ocorrência em Pinhalzinho (um mês e meio após o acidente), alegando que estaria conduzindo a Biz no dia em que se acidentou, e fez o encaminhamento do seguro DPVAT.

De acordo com a polícia, ao receber a indenização, quase R$ 5 mil, o piloto repassou R$ 1,5 mil para o despachante de Chapecó evidenciando que o funcionário auxiliou desde o início da fraude até o recebimento do pagamento. Além disso, o proprietário do despachante sabia desde o início da fraude e também ajudou, dando “dicas” de como praticar o crime.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários