Facig 2019
Presidente

Cirurgião visita Bolsonaro e avalia retirada de sonda

Gastroenterologista Antônio Macedo visitou o presidente no Hospital Vila Nova Star, na zona sul de São Paulo, nesta quinta-feira

13/09/2019 08h40
Por: Maico Zanotelli
Fonte: Correio do Povo
Twitter / Jair Bolsonaro / Reprodução
Twitter / Jair Bolsonaro / Reprodução

O cirurgião gastroenterologista Antônio Macedo, responsável pela equipe que cuida do presidente Jair Bolsonaro, visitou o presidente no Hospital Vila Nova Star, na zona sul de São Paulo, na noite desta quinta-feira, 12.

Macedo chegou por volta das 21h20 no centro médico e permaneceu lá por cerca de 50 minutos. Segundo o porta-voz da Presidência, general Otávio Rêgo Barros, Macedo iria avaliar a possibilidade de retirada da sonda nasogástrica de Bolsonaro, o que poderia ser feito nesta sexta-feira, 13. O médico saiu sem falar com a imprensa.

Com a permanência de Bolsonaro internado por mais alguns dias, Mourão segue no cargo como presidente em exercício. A interinidade do vice, que se encerraria hoje, foi prorrogada por mais quatro dias, informou o Palácio do Planalto. De acordo com o porta-voz da Presidência, Otávio Rêgo Barros, a prorrogação do afastamento de Jair Bolsonaro foi uma decisão da equipe médica que assiste o presidente.

Bolsonaro licenciou-se do cargo no último domingo para submeter-se a uma cirurgia de tratamento de uma hérnia incisional na região do abdome. Foi a quarta operação pela qual o presidente passou desde que sofreu uma facada em setembro do ano passado, durante a campanha eleitoral. A previsão é que o presidente permaneça internado por um total de 10 dias. Ele reassumiria suas funções ainda do hospital, nesta sexta-feira (13), mas agora isso só deve ocorrer a partir da semana que vem.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários