Facig 2019
Polêmica!

Câmara de Descanso abre novo processo de cassação do prefeito

Vereadores analisaram e votaram em plenário um pedido de cassação protocolado por um eleitor da cidade

13/09/2019 14h41
Por: Júnior Recalcati
Fonte: Oeste em Foco | Portal Peperi
Júnior Recalcati | Oeste em Foco | Arquivo
Júnior Recalcati | Oeste em Foco | Arquivo

A Câmara de Vereadores de Descanso instalou, nesta quinta-feira (12), uma nova comissão processante contra o prefeito Sadi Bonamigo. Os vereadores analisaram e votaram em plenário um pedido de cassação protocolado por um eleitor da cidade. Juniomar Capellari apresentou o pedido com base em supostas irregularidades no processo licitatório para compra de sêmen pela secretaria de Agricultura no ano de 2017.

A denúncia é de direcionamento e favorecimento da licitação para uma empresa específica. Na sessão desta quinta (12), os vereadores acataram o pedido por 6 votos a 2. Ontem mesmo, foi formada a comissão processante para apurar a denúncia contra o prefeito Sadi Bonamigo. Os vereadores têm 90 dias para apurar os fatos.

Os apontamentos que geraram o pedido e a abertura de uma nova comissão processante contra o prefeito Sadi Bonamigo são os mesmos da CPI instalada no legislativo em 2017. Naquele ano, os vereadores investigaram as supostas irregularidades no caso da compra de sêmen pela secretaria de Agricultura e abriram um processo de cassação do mandato.

A comissão foi arquivada por decisão judicial porque os vereadores não respeitaram o prazo limite para conclusão dos trabalhos. Como o relatório foi emitido depois do prazo de 90 dias, o processo perdeu a validade e foi arquivado sem o julgamento do prefeito. Agora, a câmara instalou uma nova comissão processante com base em um novo pedido feito por um morador da cidade.

A câmara de vereadores de Descanso já definiu os membros da comissão. O presidente será o vereador Jhony Zortea, do MDB. A relatoria ficou com Juliano Kasper, o Juca, do PR, e o membro que compõe a comissão é o vereador Vlademir Oro, o Amendoin, do MDB. Agora, a mesa diretora da câmara vai publicar a resolução que constituiu a comissão de processamento do prefeito. Em seguida, Sadi Bonamigo será notificado para apresentar a defesa no prazo de 10 dias.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários