WhatsApp
Brasileirão 2019

Chapecoense perde e fecha primeiro turno com a pior campanha desde 2014

Time bobeou, começou atrás no placar e deixou escapar empate com o Vasco, na Arena Condá

15/09/2019 07h10
Por: Maico Zanotelli
Fonte: NSC
Divulgação
Divulgação

O primeiro turno da Chapecoense na Série A do Brasileirão terminou com uma derrota e a pior campanha do time do Oeste Catarinense, desde que o clube subiu para a elite do futebol nacional, em 2014. Em casa, o time não conseguiu segurar o Vasco, bobeou e perdeu por 2 a 1, neste sábado (14).

A Chapecoense começou o jogo deste sábado pressionada. O time precisava de uma vitória para começar uma reação na tabela. Em penúltimo lugar, a situação só não era pior porque não havia possibilidade de o Avaí conseguir ultrapassar o clube do Oeste.

A situação, no entanto, deixou o time catarinense nervoso no começo do jogo. Até os primeiros 15 minutos, praticamente só o Vasco atacava. O cruz-maltino, ameaçado de chegar à Zona de Rebaixamento, quase conseguiu o primeiro gol aos 11 minutos. Após bela troca de passes, Ribamar recebeu um cruzamento e mandou para o gol. Tiepo, em bom momento, salvou a Chapecoense.

Depois do começo mais forte do Vasco, o jogo se equilibrou um pouco mais. Aos 25 minutos, em cobrança de falta na área, o zagueiro vascaíno Leandro Castán tentou afastar, mas cabeceou em direção à própria meta. O goleiro Fernando Miguel evitou o gol contra, que abriria o placar para a Chape.

Gol de VAR

Aos 46 minutos, Ribamar recebeu lançamento pela direita e conseguiu bater por cobertura, abrindo o placar para o Vasco. O lance gerou dúvida da arbitragem, por causa de um possível impedimento do atacante vascaíno. O árbitro de vídeo, no entanto, acabou confirmando o gol.

Na saída para o intervalo, Bruno Pacheco lamentou o placar e disse que o time precisava de mais calma para buscar o empate. De fato, a Chapecoense perdeu algumas oportunidades no primeiro tempo, que até ali eram imprescindíveis para garantir um placar igual para os dois times.

— É ter responsabilidade na hora de marcar. Estamos acelerando demais. Tem que ter equilíbrio, às vezes a gente mistura vontade com afobação. Primeiro buscar o empate. Não adianta ficar lamentando — disse.

O segundo tempo

O jogo começou mais agitado no segundo tempo, com o Vasco buscando mais as oportunidades. No entanto, quem marcou primeiro na parte final do jogo foi a Chapecoense. Aos 27 minutos, o meia Vini Locatelli, que tinha acabado de entrar, recebeu passe na direita e, com bastante espaço, conseguiu cruzar para a área. Arthur Gomes cabeceou com vontade e empatou a partida.

No entanto, assim que a bola voltou a rolar, o Vasco foi à frente em busca de retomar a vantagem. Em bela jogada, a zaga da Chapecoense se enrolou e deixou Talles Magno correr, driblar e ficar livre para marcar o segundo gol do Vasco.

Apesar da desvantagem, a torcida seguia empurrando a Chapecoense. Aos 37 minutos, Vini Locatelli teve a chance de empatar novamente, mas Fernando Miguel fez boa defesa e manteve o placar a favor do Vasco.

Aos 49 minutos, o árbitro Flávio Rodrigues de Souza encerrou a partida, selando mais uma rodada nas últimas posições para a Chapecoense. Já para o Vasco o resultado foi muito bom, pois ajudou o time a abrir vantagem da Zona de Rebaixamento.

Na próxima rodada, os dois times vão enfrentar os finalistas da Copa do Brasil. Enquanto a Chapecoense encara o Internacional, fora de casa. Já o Vasco vai receber o Athletico Paranense, em São Januário.

FICHA TÉCNICA - Chapecoense x Vasco

CHAPECOENSE

Tiepo; Eduardo, Rafael Pereira, Maurício Ramos e Bruno Pacheco; Amaral, Elicarlos (Vini Locatelli), Augusto (Regis) e Gustavo Campanharo; Aylon (Arthur Gomes) e Everaldo. Técnico: Emerson Cris.

VASCO

Fernando Miguel; Cáceres, Henriquez, Castan e Danilo (Henrique); Richard, Raul e Marcos Júnior; Rossi (Clayton), Ribamar (Marrony) e Talles. Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

CARTÕES AMARELOS

Elicarlos (Chapecoense), Leandro Castán (Vasco), Raúl Cáceres (Vasco), Rafael Pereira (Chapecoense), Rossi (Vasco)

ARBITRAGEM: Flávio Rodrigues de Souza, auxiliado por Danilo Ricardo Simon Manis e Alex Ang Ribeiro, com José Cláudio Rocha Filho no VAR (quadro de SP). 

DATA E HORA: às 19h de sábado. 

LOCAL: Arena Condá. 

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários