WhatsApp
Descontentamento!

VÍDEO: Médico cubano explica porque deixou o Mais Médicos em Guarujá do Sul

Ele também agradeceu o Governo Federal por cortar a parceria entre os dois países

08/10/2019 14h14Atualizado há 5 dias
Por: Júnior Recalcati
Fonte: Oeste em Foco
Reprodução
Reprodução

A deputada federal Caroline De Toni (PSL-SC) compartilhou em suas redes sociais um vídeo com o médico Lesme Dariel que atuava em Guarujá do Sul. Ele é cubano, não voltou para o seu país de origem e abandonou o programa Mais Médicos antes do governo Jair Bolsonaro acabar com a parceria com Cuba.

"Eu trabalhei no programa Mais Médicos por três anos e eu decidi ficar porque não estava de acordo com o que o meu governo fazia conosco, os médicos cubanos que trabalhavam no programa. O salário que era pago na época era de R$ 12.500,00, o governo ficava com 85% de nosso salário". afirmou o médico.

Dariel ainda disse que deixou o programa em novembro de 2018, preparou-se para fazer o Revalida e foi aprovado. Ele afirmou que hoje é “um médico livre” e agradeceu ao presidente, Jair Bolsonaro, por cortar a parceria com Cuba.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários