WhatsApp
Festa típica!

Com a presença de Carlos Moisés, tem início a 36ª edição da Oktoberfest Blumenau

A vice-governadora Daniela Reinehr e o chefe da Casa Civil, Douglas Borba, também acompanharam as celebrações

10/10/2019 01h20
Por: Júnior Recalcati
Fonte: Oeste em Foco | Secom
Julio Cavalheiro | Secom
Julio Cavalheiro | Secom

Está oficialmente aberta a 36ª edição da Oktoberfest. O tradicional desfile pela Rua XV de Novembro e a sangria do primeiro barril no Parque Vila Germânica marcaram o início das festividades em Blumenau na noite desta quarta-feira, (9). O governador Carlos Moisés participou da abertura ao desfilar na Planetapeia pela Rua XV de Novembro. A vice-governadora Daniela Reinehr e o chefe da Casa Civil, Douglas Borba, também acompanharam as celebrações. 

A 36ª edição da Oktoberfest deve reunir aproximadamente 600 mil pessoas de todas as regiões do Brasil até o dia 27 de outubro na maior cidade do Vale do Itajaí. Segundo o governador Carlos Moisés, trata-se de uma oportunidade para celebrar as tradições germânicas, mas também a resiliência do povo blumenauense. 

“Hoje é um dia de celebrar a vida. O blumenauense é um povo que se reconstrói a cada dia e acolhe bem a todos os visitantes. Viemos aqui também para deixar a mensagem que o Governo do Estado não esquecerá de vocês”, discursou Carlos Moisés na solenidade de abertura. 

A vice-governadora Daniela Reinehr aproveitou a oportunidade para convidar catarinenses e brasileiros para que prestigiem não apenas a Oktoberfest, mas todas as festas de outubro em Santa Catarina: “Estar aqui é uma felicidade muito grande. Santa Catarina é um Estado que acolhe muito bem os seus visitantes e isso fica claro aqui. Eu conclamo todos que nunca vieram: conheçam Santa Catarina. Não irão se arrepender”. 

Na edição deste ano, o tema é: uma festa tipicamente alemã com a diversão tipicamente brasileira. Na avaliação da presidente da Santur, Flavia Didomenico, a expectativa é que Santa Catarina receba até 20% a mais de visitantes em outubro deste ano na comparação com o mesmo mês de 2018. 

“Essas festas são importantes não apenas pela tradição, mas também pelo lado econômico. Elas geram um movimento que aquece toda uma cadeia”, disse a presidente da Santur.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários