WhatsApp
Brasileirão 2019!

De virada, reservas do Grêmio perdem para o Fortaleza no Castelão

Mesmo com a abertura do placar no início do jogo, com Paulo Miranda, equipe alternativa de Renato perdeu por 2 a 1, com gols de Wellington Paulista e Osvaldo

19/10/2019 23h02
Por: Júnior Recalcati
Fonte: Correio do Povo
Xandy Rodrigues | Futura Press | Estadão Conteúdo
Xandy Rodrigues | Futura Press | Estadão Conteúdo

Os reservas do Grêmio até saíram na frente jogando fora de casa, no Castelão, na tarde deste sábado. No entanto, sofreram a virada ainda no primeiro tempo e acabaram derrotados por 2 a 1 para o Fortaleza. O resultado manteve o Tricolor fora do G6 do Brasileirão. 

Os três gols saíram no primeiro tempo. Aos 9 minutos, Paulo Miranda abriu o placar. No entanto, a virada do Fortaleza veio aos 34 e aos 41, com gols marcados por Wellington Paulista e Osvaldo. 

Com o resultado, o Grêmio se mantém na 7ª colocação, e segue com 41 pontos. No entanto, pode terminar a rodada na 9ª posição, dependendo da combinação de resultados dos jogos que acontecem no domingo. 

O próximo compromisso do Grêmio é na quarta-feira, pelo jogo de volta da semifinal da Libertadores, diante do Flamengo, às 21h30min, no Maracanã. Já pelo Brasileirão, o Tricolor volta a campo no próximo domingo, às 16h, contra o Botafogo, na Arena. 

Grêmio abre o placar cedo, mas sofre a virada 

Por conta do compromisso pela Libertadores, diante do Flamengo, no meio de semana, a equipe escalada por Renato Portaluppi foi totalmente reserva. No gol, Phelippe Megiolaro iniciou a partida, por conta de um desconforto do substituto imediato Júlio César. Na lateral direita, Galhardo foi a opção, o que indica que Léo Moura pode surgir como novidade no Rio de Janeiro. 

E foi justamente Galhardo quem teve participação decisiva na abertura do placar no Castelão em favor do Grêmio, logo aos 9 minutos da primeira etapa. O Tricolor começou melhor o jogo e contou com uma desatenção de Osvaldo, que colocou a mão na bola na quina da grande área, pelo lado direito, para ganhar uma falta perigosa. Na cobrança, o lateral cruzou na medida para Paulo Miranda mergulhar de peixinho e fazer 1 a 0. 

Após sofrer o gol, o Fortaleza melhorou no jogo, e passou a ocupar o campo do Grêmio. Chegou a exercer pressão, mesmo sem criar chances perigosas de gol. O Tricolor, por sua vez, mal conseguia ultrapassar a linha da intermediária nos poucos momentos em que conseguia manter a posse da bola. Os donos da casa criaram uma oportunidade boa aos 23 minutos, em chute de Edinho, após bola escorada de cabeça. O goleiro Phelippe Megiolaro caiu para fazer boa defesa. 

 As poucas escapadas do Grêmio se resumiam em tentativas de contra-ataque. Ainda assim, mesmo quando conseguia sair em maior número, a equipe desperdiçava o último passe e não conseguia levar perigo ao Fortaleza. 

Quando o Grêmio parecia equilibrar o confronto novamente, os donos da casa igualaram o marcador. Após ataque desperdiçado, o Fortaleza escapou pelo lado esquerdo de ataque. Romarinho vai até a linha de fundo e cruza para o meio da área, onde Wellington Paulista se antecipou a David Braz, mergulhando para, de cabeça, empatar o jogo em 1 a 1.

Antes do fim do primeiro tempo, a virada. Aos 41 minutos, Wellington Paulista construiu a jogada do gol, de novo em cruzamento levando vantagem sobre os laterais do Grêmio. O atacante foi à linha de fundo e alçou bola para dentro da grande área, onde Osvaldo apareceu livre de marcação, para complementar para o gol de primeira, decretando o 2 a 1 e a vantagem do Fortaleza ao intervalo. 

Grêmio melhora no segundo tempo, mas não empata 

As duas equipes voltaram iguais para o segundo tempo. Atrás no marcador, o Tricolor gaúcho foi quem teve a atitude ofensiva no recomeço da partida. Aos 9 minutos, Pepê recebeu, driblou dois jogadores do Fortaleza na entrada da área e finalizou forte, obrigando Felipe Alves a fazer boa intervenção para evitar o empate.

Aos 15 minutos do segundo tempo, Renato fez duas trocas ao mesmo tempo. Colocou Everton e Patrick em campo, nos lugares de André e Michel. Com as trocas, fez uma alteração na figura do centroavante: Luciano passou para a posição de referência, algo que ainda não tinha ocorrido desde a chegada do jogador ao Grêmio.

A entrada de Everton até melhorou o time de Renato. Com o atacante, o Tricolor passou a ter uma válvula de escape, e conseguiu levar vantagem pelo setor esquerdo. Aos 23 minutos, ele recebeu, invadiu a área limpando dois marcadores com o mesmo corte e bateu forte, de perna esquerda. Felipe Alves mandou para escanteio, salvando o Fortaleza.

Ainda assim, a figura de Luciano como centroavante não funcionou. Já aos 35 minutos do segundo tempo, Renato tentou corrigir o problema lançando Diego Tardelli, outro titular, na função. Com pouco tempo em campo, ele nada pôde fazer para evitar a derrota dos reservas do Grêmio por 2 a 1 diante do Fortaleza, no Castelão. No fim, ainda houve tempo para Galhardo ser expulso por reclamação.

Campeonato Brasileiro - 27ª rodada

Fortaleza 2

Felipe Alves; Gabriel Dias, Quintero, Paulão e Carlinhos; Felipe (Kieza), Juninho, Edinho (Nenê Bonilha), Romarinho (Marlon) e Osvaldo; Wellington Paulista. Técnico: Rogério Ceni

Grêmio 1

Phelippe; Galhardo; Paulo Miranda, David Braz e Capixaba; Michel (Patrick), Rômulo, Thaciano; Luciano (Diego Tardelli), André (Everton) e Pepê. Técnico: Renato Portaluppi

Gols: Paulo Miranda (9/1T); Wellington Paulista (34/1T), Osvaldo (41/1T)

Cartões amarelos: André e Galhardo (Grêmio); Carlinhos, Marlon e Kieza (Fortaleza)

Cartões vermelhos: Galhardo (Grêmio)

Árbitro: André Luiz de Freitas Castro (SP)

Local: Arena Castelão, em Fortaleza (CE)

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários