WhatsApp
Alerta!

Número de mortes por gripe em Santa Catarina sobe para 65

Morte de idoso em Florianópolis foi confirmada pela Dive, que já registrou em 2019 até o fim de outubro mais casos que no ano passado inteiro

04/11/2019 18h46
Por: Maico Zanotelli
Fonte: NSC
Reprodução | Oeste em Foco
Reprodução | Oeste em Foco

A morte de um idoso de 71 anos em Florianópolis foi confirmada como a 65ª causada pela gripe em Santa Catarina em 2019. O caso foi oficializado pela Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Dive/SC) em um novo relatório divulgado nesta segunda-feira (4), com informações do início do ano até o dia 31 de outubro.

A nova morte confirmada ocorreu em agosto, segundo a Dive, mas somente foi notificada na última semana de outubro. O homem morava na Capital e tinha diabetes e doença cardiovascular crônica.

Segundo o órgão, já foram confirmados 497 casos de influenza (gripe) em SC no ano, sendo a maioria (370) pelo vírus H1N1. O relatório anterior da Dive contava 494 casos e 64 mortes — números que já eram superiores aos do ano passado inteiro, quando 58 pessoas morreram em decorrência do vírus da gripe em Santa Catarina.

Conforme o relatório, os casos confirmados por influenza ocorreram principalmente em pessoas com mais de 60 anos: 140 dos 497 pacientes. Entre as 65 mortes confirmadas, 54 foram de pessoas que possuíam algum fator de risco. As cidades com o maior número de óbitos foram Jaraguá do Sul (7 casos), Joinville (6), Tubarão (4), Blumenau, Chapecó e Florianópolis (3).

Sem novas doses da vacina desde que a campanha foi encerrada, em 14 de junho, a Dive/SC recomenda que cuidados com a higiene sejam redobrados, para evitar a contaminação.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários