WhatsApp
Estrada Iluminada!

Coluna Nilton Moreira: Doenças leves ou graves

Confira a coluna Estrada Iluminada de Nilton Moreira

30/11/2019 10h42
Por: Júnior Recalcati
Fonte: Oeste em Foco | Nilton Moreira

Todos nós em algum momento da vida vamos adoecer. Isso faz parte da nossa programação de vida, já que estamos num Planeta de expiações onde predomina o mal, e as moléstias sejam elas graves ou leves, fazem parte do contexto.

É evidente que uns tem mais doenças que outros, embora vivam a mesma quantidade de anos, mas também temos aquelas pessoas que embora tenham uma passagem até rápida na Terra, passaram a maioria do tempo lutando contra doenças.

A Espiritualidade nos diz que as doenças graves e que judiam com o nosso organismo são depurações que o espírito que somos vivencia e que muitas vezes conseguimos superar e outras sucumbimos. Esta doença grave tem por objetivo nos chamar a atenção e também daqueles que nos cerca, para a necessidade de mudança nos rumos dos objetivos, pensamentos e atitudes. 

Quando a moléstia que depende de tratamento longo e doloroso chega, vem com objetivo de nos sacudir para que vislumbremos algo diferente em nossas metas e convívio com outras pessoas, para que mudemos o modo de agir, e dependerá a nossa recuperação da atitude que vamos adotar diante da dificuldade, e também de fazer eclodir a nossa fé.

Quanto às pequenas doenças, estas que são rápidas e basta curta utilização de medicamentos. Não é fruto de resgates ou expiações, derivam de nosso comportamento momentâneo! Uma dor de garganta quem sabe está atrelada a palavras mal aplicadas ou palavras dotada de mentira; as dores abdominais, azias e similares, estão atreladas ao modo pelo qual nos alimentamos, gula, temperamento; as relacionadas aos olhos tem origem no que estamos dando atenção ao olhar, e assim por diante. 

Tem as pedras que aparecem nos rins, vesícula e outros locais, que estão atreladas filosoficamente a mágoas, ódios, que não conseguimos nos desvencilhar e passam a petrificar-se no organismo físico.

Também temos aquelas doenças que não aparece a causa, mas temos sim os sintomas, e que se relaciona com a mente, que são os distúrbios psíquicos e que acabamos enveredando para medicamentos faixa preta. Essas estão normalmente relacionadas a obsessões espirituais e que é necessário tratamento específico e especializado por quem entende da área espiritual, que pode ser obtido através de algumas religiões que se dedica ao estudo do oculto.

Lembremos que Jesus, o médico dos médicos curava quem o procurava, e sempre orientava o paciente a não incorrer no mesmo erro, para que evitasse acontecer algo pior ainda. Então temos ai prova de que a conduta é de suma importância para que tenhamos uma vida saudável, muito embora como dito no início, estamos em um Planeta que predomina o mal, e em razão disso vivemos de braços com coisas ruins que são, por exemplo, as moléstias.

A cada existência damos um passo para evolução e certamente em alguma das futuras vidas vamos ser merecedores de habitarmos um planeta de melhor condição moral, onde haverá menos dor e estaremos livres de certas moléstias.

Esta é a promessa contida nos ensinamentos de nosso Irmão Maior Espírito de Verdade

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários