WhatsApp
Alívio!

Inter joga bem e conta com falha de Gatito para vencer o Botafogo por 1 a 0

Resultado encerra sequência negativa do Colorado e dá fôlego na briga pela classificação à Libertadores do ano que vem

30/11/2019 21h03
Por: Júnior Recalcati
Fonte: Correio do Povo
Ricardo Duarte | Inter
Ricardo Duarte | Inter

O Inter tentou, tentou, e tentou. Quando parecia que a recompensa não viria, ela surgiu em falha do goleiro Gatito Fernández. O Colorado jogou melhor, e encontrou seu gol no fim da partida, que deu a vitória sobre o Botafogo pelo placar de 1 a 0, na noite deste sábado, no Engenhão. O resultado encerra sequência negativa de três jogos sem vitória e dá fôlego à equipe de Zé Ricardo na briga pela vaga à Libertadores do ano que vem.

O gol da vitória foi marcado aos 38 minutos do segundo tempo. De muito longe, Guerrero bateu despretensiosamente, sem muita força. Gatito Fernández, no meio do gol, aceitou e tomou um frango, que decidiu o placar da partida.

Com o resultado, o Inter chegou aos 54 pontos, e ultrapassou o Corinthians, pulando para a 7ª posição. O alvinegro paulista joga no domingo, fora de casa, contra o Atlético-MG. Já o Colorado volta a campo para enfrentar o São Paulo, no Morumbi, na quarta-feira, às 21h30min, em jogo válido pela 37ª e penúltima rodada do Brasileirão.

Inter melhora no fim do primeiro tempo

Mais uma vez, o técnico Zé Ricardo optou por começar a partida diante do Botafogo com Guilherme Parede entre os 11 titulares. Na função de D'Alessandro, suspenso, a escolha foi por Neílton. Mais uma vez, o meia Sarrafiore, que entrou aos 10 minutos do segundo tempo na derrota para o Goiás, por 2 a 1, começou a partida no banco de reservas.

Logo aos três minutos, o Botafogo foi quem criou a primeira chance clara de marcar. O atacante Rhuan recebeu bola enfiada entre a zaga, pelo setor esquerdo de ataque. Marcelo Lomba saiu bem do gol para fechar o ângulo, travando a batida e mandando a bola para escanteio.

E esta foi a única chegada no início da partida. Isso porque, nos primeiros minutos, as duas equipes se limitaram a trocar passes na meia cancha. Nem Inter nem Botafogo conseguiam propor o jogo e, diante disso, não agrediram o adversário O Colorado só voltaria a chegar aos 17 minutos, quando Guerrero foi acionado dentro da área, foi à linha de fundo e cruzou. Parede, de carrinho, mergulhou e, por pouco, não conseguiu completar para abrir o placar.

Aos 24 minutos, nova chance do Botafogo após erro na saída de bola. Diego Souza recebeu bola em profundidade, de novo nas costas da zaga, e teve a chance de marcar, saindo na cara de Marcelo Lomba. Após falha de Cuesta, o meia tentou por cobertura. A cavadinha acabou caprichosamente no travessão e, na sequência, Moledo afastou o perigo.

A resposta do Inter veio aos 29. Neílton centralizou boa bola para Guilherme Parede. O jogador invadiu a área, driblou Gatito e foi ao fundo, batendo forte e cruzando rasteiro, sem que ninguém aparecesse para complementar.

Depois do susto inicial, o Inter melhorou e equilibrou o confronto e criou chances nos minutos finais. A situação de bola batida cruzada, para Guerrero complementar dentro da área, voltou a se repetir aos 40 minutos do primeiro tempo, de novo em jogada de Parede, o destaque do Inter no primeiro tempo. No entanto, a breve reação foi insuficiente para marcar e, assim, a partida foi ao intervalo ainda com o placar zerado de ambos os lados.

Colorado cria bastante e marca no fim

O Inter voltou para o segundo tempo sem alterações, e com uma postura mais agressiva. Não à toa, criou boas chances logo no início da etapa final. Aos 11 minutos, Neílton limpou para o pé esquerdo e, de longe, bateu alto, forte, obrigando o goleiro Gatito Fernández a fazer grande defesa, espalmando a finalização.

Buscando se aproveitar do bom momento, Zé Ricardo colocou a campo Nonato no lugar de Patrick, que não fazia partida no mesmo nível dos demais jogadores de meio campo do Inter. E foi justamente o colorado quem manteve a iniciativa, explorando o pivô de Guilherme Parede e a velocidade de Neílton, que também teve boa atuação.

Aos 20 minutos, a pressão colorada quase resultou em gol. O Botafogo errou a saída e, de muito longe, Victor Cuesta finalizou de longe. O goleiro Gatito Fernández quase aceitou um frango, já que a bola passou pelas mãos do goleiro alvinegro, e saiu caprichosamente em escanteio, passando muito perto do pé esquerdo da trave.

Com mais volume, Zé Ricardo apostou em Nico López para tentar dar outra alternativa à equipe. O Botafogo, por sua vez, esbarrava na sua falta de qualidade de técnica que evidencia os motivos pelo qual o alvinegro carioca briga para não cair. O time de Alberto Valentim praticamente não ameaçou o Inter na segunda etapa.

Aos 34 minutos, nova boa chance do Inter, em nova chance clara de gol. Na entrada da área, Heitor achou Guerrero, em belo passe de calcanhar. O atacante peruano entrou na área e finalizou forte, para defesa de Gatito Fernández.

O gol da vitória viria quatro minutos depois. De novo com Guerrero, o peruano chutou de muito longe. Sem tanta força, a bola parecia fácil para a defesa de Gatito Fernández. O goleiro falhou e aceitou um frango. Com a vantagem de 1 a 0 no placar, restou ao Inter administrar o resultado e a vitória que encerrou sequência ruim do Colorado no Brasileirão.

Brasileirão 2019 - 36ª rodada

Botafogo 0

Gatito; Fernando (Marcinho), Joel Carli, Marcelo Benevenuto e Yuri; Cícero (Jean), João Paulo e Alex Santana (Leo Valencia); Luiz Fernando, Rhuan e Diego Souza. Técnico: Alberto Valentim

Inter 1

Lomba; Heitor, Moledo, Cuesta e Uendel; Lindoso, Edenílson, Parede (W. Silva), Neílton (Nico López) e Patrick (Nonato); Guerrero. Técnico: Zé Ricardo

Gol: Guerrero (38/2T)

Cartões amarelos: Alex Santana e Joel Carli (Botafogo); Rodrigo Lindoso e Edenílson (Inter)

Árbitro: Rodolpho Toski Marques (PR)

Local: Estádio do Engenhão, no Rio de Janeiro (RJ)

Público: 30.596

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários