Terça, 22 de Setembro de 2020 20:53
(49) 99110-3040
Justiça Júri Popular!

“Foi o maior erro da minha vida”, diz condenado a 40 anos por feminicídio no último júri de Chapecó

Os jurados, quatro homens e três mulheres, reconheceram as qualificadoras de feminicídio e uso de recurso de dificultou a defesa da vítima

18/12/2019 07h07
Por: Júnior Recalcati Fonte: Oeste em Foco | TJSC
Divulgação
Divulgação

O júri de número 36, em 2019, na Comarca de Chapecó, julgou o acusado de um crime que comoveu o Oeste catarinense. Um homem, empresário, de 45 anos, matou uma colega de trabalho e a ex-sogra a tiros, em Nova Itaberaba. Somando as duas penas, ele foi condenado a 40 anos e quatro meses de prisão, em regime fechado. Os jurados, quatro homens e três mulheres, reconheceram as qualificadoras de feminicídio e uso de recurso de dificultou a defesa da vítima.

Para o caso da jovem foi considerada ainda a qualificadora de motivo torpe. A pena também foi acrescida porque o crime deixou órfão um menino de seis anos, filho da mulher, e pelo fato de os disparos terem sido efetuados no rosto da vítima. Sendo assim, a sentença para o primeiro crime foi de 24 anos e de 16 anos e quatro meses para o segundo homicídio.

A sessão de julgamento iniciou às 9h de sexta-feira (13) e encerrou às 17h40. Foram exibidos vídeos com depoimentos de nove testemunhas. Outras cinco testemunhas que seriam ouvidas em plenária foram dispensadas. O interrogatório durou pouco mais de 25 minutos e causou forte emoção nos familiares das vítimas que acompanhavam o júri. O acusado disse não lembrar do ocorrido. Preso preventivamente desde o crime, pediu desculpas as duas famílias.

“Foi o maior erro da minha vida. Sei do imenso vazio que deixei no coração deles. Nunca mais serei a mesma pessoa”, disse o réu. O júri foi presidido pelo juiz, Jeferson Osvaldo Vieira. Na acusação, esteve o promotor de Justiça, Felipe Schmidt. A defesa foi feita pelo defensor público, Rodrigo Scarpelini Gonçalves de Freitas.

O crime ocorreu em 28 de maio de 2018 quando o homem abordou a moça no caminho para o trabalho, em Chapecó, e a levou para o interior de Nova Itaberaba, onde o acusado morava. Ao chegar na residência, a jovem tentou fugir. Seminua, correu em busca de ajuda, mas foi atingida por sete tiros. Ainda conforme denúncia, o homem seguiu para a casa da ex-sogra.. Atirou duas vezes contra a mulher de 70 anos que morreu no local.

Homenagens

O magistrado agradeceu os serviços prestados pelo oficial de Justiça, Elson Vilmar Dickel que cumpriu o último dia de trabalho antes da aposentadoria no júri de sexta-feira. Vieira também lembrou o sargento, Marcos Antonio Vitto, de 45 anos, que sofreu uma parada cardiorrespiratória e faleceu durante o cumprimento de Mandados de Busca e Apreensão e de Prisão expedidos pela 1ª Vara Criminal da Comarca de Chapecó, na última quinta-feira (12). Vitto era natural de Turvo e atuava há 22 anos na Polícia Militar de Santa Catarina, tendo passado pelo 4º Batalhão da PM, em Florianópolis, e pela Casa Militar do MPSC, na sede da Procuradoria-Geral de Justiça. Tornou-se membro do Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco) de Criciúma em 2016.

​Avaliação

Antes de encerrar a sessão, o juiz destacou a agilidade na tramitação do processo julgado na ocasião. O julgamento aconteceu um ano e seis meses depois do crime bastante complexo. “Isso representa o compromisso de todos nós juízes de cumprir a jurisdição de maneira célere. Mas é preciso registrar que trabalhamos com alguns desestímulos como a Lei do Abuso de Autoridade e um projeto de lei que prevê a atuação de dois juízes em cada processo. Não temos estrutura para isso! O andamento dos processos ficará tumultuado. Entendemos que a pressão da sociedade pode melhorar as coisas”, desabafou o magistrado.​

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Chapecó - SC

Chapecó - Santa Catarina

Sobre o município
Chapecó é um município do estado de Santa Catarina, na região Sul do Brasil. Sendo um importante centro industrial, financeiro e educacional, é um grande exportador de produtos alimentícios industrializados. Considerada uma cidade média, com uma população estimada em 220 367 habitantes, figura entre as quatro cidades mais importantes do estado. Ostenta os títulos de "Capital da Agroindústria", "Capital do Oeste" e "Capital do Turismo de Negócios". Também é um polo universitário.
São Miguel do Oeste - SC
Atualizado às 20h51 - Fonte: Climatempo
17°
Poucas nuvens

Mín. Máx. 26°

17° Sensação
12.2 km/h Vento
65.8% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (23/09)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 11° Máx. 28°

Sol com algumas nuvens
Quinta (24/09)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 13° Máx. 29°

Sol com algumas nuvens
Anúncio
Ele1 - Criar site de notícias